Turbinas voadoras: um arco íris de cometas de cores para gerar energia eólica

Se o vento não vai à turbina, a turbina vai ao vento. Vários protótipos têm vindo a testar a ideia de aproveitar os ventos em altura, mais fortes e constantes. Aeróstatos têm vindo a ser aperfeiçoados, equipados com turbinas que transmitem a energia gerada a estações em terra.

A própria Google tem vindo a financiar um dos projectos, o da empresa californiana Makani. Neste sistema basta elevar-se uns 400 metros para dobrar a energia conseguida através das instalações eólicas convencionais de grande escala, segundo os seus engenheiros.

O objectivo é replicar o prototipo a uma escala maior, sem que se perca eficácia nem segurança e sem prejudicar as aves ou os aviões.

turbinas eolicas voadoras

(Via Energykitesystems, um site interessante.)

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close