Tippi Degré, a menina que cresceu beijando sapos e amando elefantes

Tippi DegréAs fotos são tão genuínas como a vida da sua protagonista, Tippi Degré, uma menina francesa que cresceu entre os animais salvagens. A sua história insólita foi algo que aconteceu naturalmente: simplesmente vivia com os seus pais no local onde eles estavam devido à sua profissão. Ambos eram fotógrafos da vida selvagem que estiveram na Namíbia nos anos noventa, quando ela era ainda pequena.

Tippi DegréAli passou os primeiros 10 anos de vida, entre avestruzes, leões, crocodilos, girafas, zebras, suricatas, leopardos, sapos gigantes e elefantes. Os seus pais, Alain Degré e Sylvie Robert, tiveram a ideia genial de documentar os momentos mais mágicos da sua infância, e agora esses momentos são um autêntico tesouro que expressa fielmente a essência daquela incrível etapa da sua vida.

Tippi fazia parte daquele lugar, a ele pertencia, bastando olhar para a sua expressão de felicidade nas fotos, para entender o que sentia no coração. Conviveu com animais, mas sentia-se livre naquelas terras onde a natureza é vibrante e indescritível, tendo travado amizade com as crianças das tribos locais.

Tippi Degré

A chamada da selva

O seu melhor amigo era Abu, um velho elefante africano, de 28 anos, com o qual tirou algumas das memoráveis fotos como que ilustram este artigo. Depois de ter vivido em África voltou a França com os pais, onde estudou cinema na Universidade de Sorbonne – Paris. Acabou mesmo por publicar um libro chamado “Tippi of Africa”, que obteve grande sucesso, e que acabou por ajudá-la a fazer documentários para despertar a consciência das pessoas sobre os direitos dos animais.

“Foi uma garota com muita sorte, nasceu e cresceu na natureza”, afirmou a sua mãe. Mas este privilégio acabou por se tornar um problema quando foi preciso adaptar-se à vida na cidade. A selva do asfalto não era para ela. Nada ali tinha qualquer semelhança com o seu paraíso particular em África. Não se sabe, mas talvez tenha voltado para a companhia dos seus amigos selvagens…

Tippi Degré

Deixe o seu comentário