Somália – um dos piores locais do mundo

Já aqui falámos anteriormente deste martirizado país, mas nunca é demais alertar para as miseráveis condições de vida aqui existentes.

A Somália é o país africano com a maior costa e pelos últimos 20 anos tem permanecido em um estado caótico de anarquia, sem nenhum governo efectivo. Cerca de 3 milhões de refugiados já deixaram o país. Guerra, gangs, piratas, secas, miséria e ausência completa de lei culminaram nas condições de vida mais tóxicas do mundo.
Além das cidades arrasadas por milícias de fanáticos de diversas ideologias e clãs, os recursos naturais, ambiente e o que resta da população humana estão em grave perigo.


Qualquer um com um barco pode atracar e levar o que quiser das riquezas naturais desta nação. Alguns cortam madeiras nobres e fazem carvão, outros cultivam drogas, traficam seres humanos e ainda há os piratas que seqüestram navios. Barcos vêm de todo o mundo, inclusive Japão, para praticar a pesca predatória, utilizando métodos ilegais, já que não há conseqüências pela destruição dos recursos da costa somaliana.

containers na praia
Mas é possível piorar ainda mais o quadro. Por anos companhias e indústrias, inclusive com ligação a grupos mafiosos, tem utilizado a costa da Somália como depósito de lixo. Lixo industrial, metais pesados, lixo radioativo e produtos tóxicos que podem ser considerados armas de destruição em massa estão sendo despejados no país. Há relatos, ainda, de acordos entre companhias e traficantes para ser enterrado lixo nuclear em seus territórios. Containers não identificados aparecem nas praias, e ao serem examinados constata-se que estão cheios de produtos tóxicos.
Todos este lixo está agindo sobre a vida local, especialmente na população que vive próxima a costa, perto da capital Mogadishu.

terríveis manifestacoes lixo toxico
Nos sites de notícias da Somália são facilmente encontradas diversas imagens de sintomas de saúde bizarros, incluindo pessoas perdendo a pele, com bolhas nos lábios, narizes e línguas, erupções cutâneas súbitas e inexplicáveis. Diversas fotografias retratando pessoas severamente doentes tem sido postadas em sites como o Daily News from Somalia para tentar levantar fundos para o cuidado médico dos afetados. O Somali Diaspora trabalha também para oferecer tratamento aos necessitados, retirando-os do país.

Há incontáveis relatos de condições terríveis, incluindo tumores incontroláveis, problemas no trato digestório, manifestações psicológicas e inchaços alarmantes súbitos em diversas partes do corpo e rosto.

mulher somali doente As pessoas estão aterrorizadas e não conseguem compreender ou explicar esses problemas, mas não há a quem pedir ajuda, com as diversas regiões do Estado em constante batalha pelo poder. Jornalistas são mortos ou feridos diariamente e estrangeiros estão em risco de seqüestro ou assassinato quando entram na Somália.  Essa é a razão da pouca divulgação do que acontece nesse país, de não vermos nos noticiários as barbaridades que estão acontecendo com o povo somali.
Se nada for feito rapidamente, seremos testemunhas de um dos maiores desastres na história recente, no aspecto ambiental e humano.
O documentário abaixo, em inglês, é uma das raras tentativas feitas por repórteres estrangeiros de divulgar o problema.

Fonte: Environmental Graffiti

Deixe o seu comentário