Que energia utilizamos? (II)

Na primeira parte deste artigo, falámos da diferença entre as energias renováveis e não renováveis, e comentámos as fontes de energia não renováveis mais comuns. De seguida vamos falar das fontes de energia renováveis mais usadas actualmente.

Como já foi dito, ao contrário dos combustíveis fósseis, que são limitados, as energias renováveis podem renovar-se e manter-se indefinidamente.

As seis fontes de energia renováveis mais utilizadas são:

Energia Hidroeléctrica

Para compreender o fundamento da energia hidroeléctrica basta entendermos o ciclo da agua:

  • A energia precedente do sol aquece a agua à superfície, fazendo com que se evapore e forme nuvens.
  • O vapor de agua condensa-se nas nuvens e volta a cair sobre a superfície na forma de precipitação (chuva, neve, etc.).
  • A agua flui de novo através dos rios que correm para os oceanos, onde novamente se evapora e começa outra vez o ciclo.

A quantidade de energia que se pode obter da agua em movimento, dependerá da velocidade que esta leve.

Biomassa

A biomassa é matéria orgânica feita à base de plantas e animais (microorganismos) que contêm energia armazenada do sol. As plantas absorvem a energia do sol num processo chamado fotossíntese e transmite-se aos animais ou às pessoas que as comem. A biomassa é uma fonte de energia renovável, porque sempre se pode plantar mais árvores ou outras culturas. Alguns exemplos de combustíveis de biomassa são a madeira, culturas, estrume e lixo.

Quando se queima, a energia química da biomassa liberta-se em forma de calor. Um exemplo de combustível de biomassa é a madeira que se queima nas lareiras das nossas casas. Os resíduos de madeira ou de lixos podem ser queimados para produzir vapor e desta forma poder produzir electricidade, ou proporcionar calor e energia às industrias e lares.

Biocombustíveis

Os biocombustíveis são os combustíveis que se utilizam para o transporte, e que são gerados a partir de materiais da biomassa. Alguns exemplos são o etanol ou o biodiesel. Estes combustíveis podem-se misturar com os combustíveis derivados do petróleo (a gasolina e o gasóleo), mas também se podem usar sem misturas.

Apesar de o etanol e o biodiesel serem geralmente mais caros que os combustíveis fósseis que substituem, a sua combustão é mais limpa, e produzem menos agentes contaminantes do ar. Evitam assim o consumo desmesurado de combustíveis fósseis.

Energia Eólica

A energia eólica obtém-se através do movimento do ar. Este movimento acontece pois a superfície da Terra é composta de diferentes tipos de terra e agua, e por isso a absorção de calor em cada ponto da superfície será diferente. Daqui surge o ciclo diário do vento.

Durante o dia, o ar sobre a terra aquece-se mais rapidamente que o ar sobre a agua. Este ar quente expande-se e eleva-se, e o ar mais frio (mais pesado) posiciona-se no seu lugar, dando lugar ao fenómeno conhecido como vento. À noite invertem-se estes ventos, pois o ar esfria-se mais rapidamente na superfície da terra que na agua. Da mesma forma, os ventos atmosféricos que percorrem a terra surgem porque a superfície de terra que está mais próxima do equador aquece mais que a mais próxima dos pólos.

Energia Geotérmica

A energia geotérmica provem do calor interior da terra e pode ser usada para gerar vapor de agua, para, por sua vez gerar electricidade ou aquecimento. Apesar da temperatura que alcança à superfície da terra pelo efeito do sol, a decomposição de partículas radioactivas no núcleo terrestre faz com que se atinja uma temperatura superior no seu interior. A Terra é constituída por várias camadas:

  • A crosta é a camada exterior da terra e que constitui os continentes e os fundos oceânicos. A sua espessura média é de uns 5km.
  • O manto rodeia o núcleo e a sua espessura é de 1.800km.
  • O núcleo divide-se em duas camadas: um núcleo de ferro interior e um núcleo exterior feito de rocha fundida muito quente (magma)

Energia Solar

A energia solar é produzida pelo efeito da radiação solar que chega à terra. Esta energia pode ser convertida em outras, como calor para aquecimento de aguas, edifícios ou electricidade. Podemos converter a energia solar em eléctrica de duas formas:

  • Fotovoltaica: a radiação solar converte-se directamente em electricidade. A luz solar é composta por fotões que contêm diversas quantidades de energia conforme as diferentes ondas do espectro solar. Quando os fotões atingem uma célula fotovoltaica, podem reflectir-se nela, atravessa-la por completo ou serem absorvidos pela célula. Apenas os fotões absorvidos proporcionam energia para gerar electricidade.
  • Fábricas de energia solar de concentração: Concentrando os raios solares através de espelhos num ponto ou conjunto de pontos, consegue-se aquecer um fluido que se utiliza para produzir vapor. Através deste vapor alimenta-se uma turbina e gera-se energia eléctrica. Existem diferentes concentradores com forma rectangular, parabólica, etc.

Aqui fica a segunda parte deste artigo. Na continuação falaremos em detalhe da percentagem de uso de cada uma destas tecnologias e discutiremos a evolução que se espera delas.

Imagens | National Energy Education (Domínio Público)

Deixe o seu comentário