Impulso solar para voar

Bertrand Piccard, um aventureiro com pouco mais de 50 anos e neto do inventor do batiscafo, Jacques Piccard, será o piloto do primeiro avião impulsionado por energia solar que irá tentar dar a volta ao mundo.

O avião Solar Impulse da Agência Espacial Europeia, superou com êxito na passada quarta-feira, sete de Abril o primeiro voo experimental na base militar de Payerne na Suíça. Após percorrer apenas uns 100 metros, o Solar Impulse elevou-se lentamente e desapareceu no céu azul. Este teste marcou o inicio dos ensaios que conduzirão à tentativa de dar a volta ao mundo dentro de três anos.

Como única fonte de energia, o aparelho utiliza 12000 células fotovoltaicas que cobrem as suas asas e alimentam os motores eléctricos, além de permitir recarregar as suas baterias de lítio, com 400 kgs de peso. A envergadura das asas alcança 63,4 metros – como um Airbus A340 – e o peso de 1,6 toneladas – como um carro. Este primeiro voo segue-se a um pequeno voo de uns meros 400 metros a muito baixa altitude realizado em Dezembro de 2009.

Este pequeno voo é apenas o inicio de uma grande aventura, que tornará possível que em poucos anos, possamos voar graças a energia solar a um custo económico similar mas com um custo muito menor para o meio ambiente.

Desta Janela Aberta desejamos toda a sorte do mundo ao Solar Impulse e ao seu piloto aventureiro, Bertrand Piccard.

Deixe o seu comentário