O nosso cerebro apenas consegue lidar com 150 amigos

A rede social Facebook é capaz de gerir milhares de contactos. Mas para o nosso cérebro o limite de amigos que conseguimos lidar é de 150, conforme calculou Robin Dunbar, professor de antropologia evolutiva da Universidade de Oxford. Os seus estudos indicam que em grupos humanos superiores a essa quantidade não existe coesão e as relações se deterioram.

além de estudar diversas sociedades, desde os primitivos grupos neolíticos até aos escritórios modernos, este investigador desenvolveu nos anos 90 uma teoria, conhecida como “Número de Dunbar”, que sustem que a parte do cérebro que usamos para o pensamento e a linguagem limita a gestão dos círculos sociais até aos 150 amigos, independentemente de quão sociáveis possam ser as pessoas. Estas são relações com pessoas próximas e com as quais mantemos contacto pelo menos uma vez por ano. A coesão social começa a deteriorar-se à medida que os grupos se tornam mais grandes.

Mas terá alguma coisa mudado com o “efeito Facebook? Os resultados preliminares sugerem que não. “O interessante é que podes ter 1500 amigos na tua rede social, mas quando realmente de analisa o intercâmbio com as pessoas, vê-se que tendemos a manter o mesmo circulo de amigos, com cerca de 150 pessoas, que se mantêm no mundo real”, assegura Dunbar. Os seus estudos também indicam que entre as mulheres podem manter relações apenas através da comunicação, enquanto que os homens necessitam de manter o contacto físico para permanecer unidos.

Deixe o seu comentário