Emprego. O que fazer quando se fica no desemprego

empregoÉ natural que ninguém queira, nem goste de perder o emprego, mas é preciso ser uma postura positiva, activa e enfrentar com calma a situação, evitando entrar em stresse perante as perspectivas futuras. Será bom que não encare a situação como uma catástrofe, uma vez que isso não irá ajudar em nada a voltar ao mercado laboral.

Para começar a busca de um novo emprego é importante conseguir um equilíbrio emocional, nem que seja necessário pedir o apoio da família ou dos amigos. É provável começar a olhar com incerteza para o futuro, pelo que toda a ajuda é bem-vinda.

Para começar a dar a volta à situação é importante não ficar parado à espera que aconteça alguma coisa. Deve começar a actualizar os seus dados, fazer uma revisão ao seu percurso profissional e por fim actualizar o seu curriculum vitae. É tempo de voltar novamente à acção.

Tome atenção aos seus contactos pessoais, pois são quase sempre a melhor porta de acesso a outro posto de trabalho.

Também será bom aproveitar os momentos de lazer para passar mais tempo com a família e fazer coisas que antes não podia porque não tinha tempo livre.

É também importante manter o ritmo familiar, não alterando, nem tentando modificar os horários das outras pessoas. Lembre-se que é apenas uma fase, esta passagem por uma vida em casa.

É preciso saber enfrentar a situação, olhando com optimismo para o futuro. A autocomiseração ou a frustração em nada contribuem para superar esta situação.

A partir do momento em que tenha definido claramente os aspectos chave da sua vida profissional, é tempo de procurar as ofertas de trabalho em todos os meios de comunicação disponíveis (jornais, internet, agências de emprego, etc.). Comece a planear eventuais testes psicotécnicos e entrevistas, pois é altura de começar a preparar a sua reentrada no mercado laboral.

Deixe o seu comentário