Dez formas de aproveitar o sol

O sol é praticamente uma fonte infinita de energia para a Terra, e cada vez mais é uma alternativa devido ao deficit energético das energias convencionais. Ele é responsável por quase toda a vida no planeta, influenciando directamente as funções vitais dos animais e principalmente das plantas.

Hoje em dia e cada vez mais se fala constantemente da “Energia Solar”, pelo que vamos apresentar 10 formas de utilizar a energia como a luz, e o calor oferecidos pelo nosso astro rei.

1. Começamos pelo mais simples, a luz solar. Demasiada energia é mal gasta em pequenos gestos como simplesmente não levantar uma persiana, ou correr uma cortina. Ou quantas vezes passamos a maior parte do dia num escritório com luzes fluorescentes brilhantes, ao mesmo tempo que o sol entra pela janela. Cada vez mais nos prédios ou em naves industriais são tidos em conta entradas para aproveitar a iluminação solar, tendo em conta a orientação ou colocando clarabóias ou janelas nos telhados.

2. Outra forma de aproveitamento ao alcance de todos, é o calor que entra directamente pelas janelas. É lógico deixar as cortinas abertas no Inverno para poupar combustível, como gás natural, que será menos necessário se deixamos entrar alguns raios de sol. Por outro lado, no verão é desejável colocar barreiras ao sol durante o dia para evitar ter custos elevados com a climatização.

3. De utilização obrigatória em novas habitações, é o uso solar térmico para água quente, ou sistemas de aquecimento. Isto é feito através de colectores de calor, que aquecem a água ou um fluido que troca calor com ela, de forma que o calor para o uso doméstico provém do sol.


4. Hoje em dia existe uma imensidão de gadgets que funcionam a energia solar. Pode-se assim esquecer as pilhas e ser eficiente em termos energéticos. Espera-se que os Mp4 e telemóveis do futuro funcionem desta forma.


5. Em linha com o ponto anterior, muitos dispositivos de uso quotidiano podem ser carregados a energia solar, através de carregadores próprios, que apesar de ainda serem caros, se tornam baratos com o tempo e a poupança de energia que produzem. Mas também existem várias formas de acumulação, de forma isolada para usos como por exemplo no mobiliário urbano, ou em combinação com hidrogénio, utilizado em antenas móveis em locais de fraca acessibilidade.

6. E, claro, o sol pode ser usado para nos movermos. Carros, bicicletas e outros veículos podem utilizar as novas tecnologia e converter a luz solar em energia mecânica. Há experiências que implementaram essas tecnologias, e permitiram percorrer muitos quilómetros.

7. A energia solar fotovoltaica em Portugal teve um desenvolvimento exponencial nos últimos anos. Trata-se de converter a energia captada por painéis solares fotovoltaicos em energia eléctrica, podendo ser usado directamente num sistema isolado e/ou transferido para a rede pública.

8. Um passo mais além estão as novas tecnologias de película fina ou “thin film”. Continuam ainda por comprovar, já que os projectos de energia solar se planificam a vinte anos, embora existam resultados promissores que auguram uma redução dos custos de energia solar fotovoltaica.

9. A energia solar térmica está em alta, pois muitos avanços têm sido realizados. Existem várias maneiras de usar o vapor gerado a partir do sol como o aquecimento de água para gerar energia eléctrica. Abaixo podemos ver um exemplo na imagem. Esta central, localizado em Sanlúcar la Mayor (Sevilha), utiliza centenas de espelhos que concentram a luz solar num receptor responsável pelo aquecimento da água, saindo o vapor gerado para uma turbina.


10. Como se comprova, tem havido muitas aplicações, e cada vez mais avançadas, que poderão vir a ser realidades, num futuro próximo, como fazer gelo com o sol, a dessalinização da água, satélites solares, ou a energia solar fotoquímica baseada na fusão de fotões.

Torna-se assim claro que o sol irá ser um dos motores nos próximos anos, substituindo os combustíveis fósseis que tantos problemas têm dado, a nível de poluição, alterações climáticas, e que com o seu previsível esgotamento tantas dores de cabeça nos trás.

Deixe o seu comentário