Contaminação da natureza: o que é a chuva ácida?

Contaminação da natureza: o que é a chuva ácida? É uma precipitação de qualquer tipo com altos níveis de ácido nítrico ou ácido sulfúrico, que também pode ocorrer em forma de neve, nevoeiro, orvalho ou em pequenas partículas de material seco, que se depositam na terra. É causada pela emissão de dióxido de enxofre e óxidos de nitrogénio que reagem com as moléculas de água formando ácido.

Estas emissões podem acontecer devido a causas naturais como os óxidos de nitrogénio que ocorrem devido a raios ou a material vegetal em putrefacção e o dióxido de enxofre, que é emitido pelas erupções vulcânicas. Mas a maioria das emissões acontece devido à actividade do homem, sendo grande percentagem das mesmas devido à queima de combustíveis fósseis, como centrais de energia que funcionam a carvão, fábricas e veículos a motor de combustão.

As chuvas ácidas têm um impacto negativo para o solo, a vida aquática, as florestas e em menor escala para a saúde humana. No solo os níveis altos do pH matam os microorganismos, libertam toxinas como o alumínio e filtram nutrientes essenciais e minerais como o magnésio.

Na água, um baixo pH e altas concentrações de alumínio, devido às chuvas ácidas, afecta os peixes e outros animais aquáticos. Os ovos dos peixes não podem eclodir com um pH menor do que 5 e se baixar ainda mais os peixes adultos também podem morrer.

A biodiversidade reduz-se cada vez mais à medida que os lagos e rios de tornam mais ácidos. As florestas são afectadas pelas mudanças que ocorrem no solo, sendo as florestas de maior altitude as mais vulneráveis porque estão rodeadas de nuvens e nevoeiro que têm maior acidez do que a chuva.

Deixe o seu comentário