Conselhos para andar de bicicleta na cidade

andar de bicicletaA bicicleta é um veículo de circulação, como tantos outros, sujeito às regras de circulação e ao respeito por parte dos outros veículos Montar numa bicicleta e circular pela cidade não só é saudável, como ecológico e divertido. No entanto, é preciso ter em consideração algumas normas de segurança para evitar acidentes.

Antes de começar circular na nossa bicicleta há que fazer a sua manutenção, verificar os travões, correia, pneus, etc. Se a máquina estiver em perfeitas condições de utilização apenas teremos de nos preocupar connosco e os restantes veículos a circular na via.

 

A escolha do trajecto mais seguro para andar de bicicleta

Nem sempre o caminho mais curto é o melhor. Quando circulamos de bicicleta a primeira coisa que devemos ter em consideração é verificar qual o caminho mais seguro e pelo qual iremos encontrar menos carros e obstáculos.

Por vezes valerá a pena fazer mais alguns metros se o trajecto tiver menos carros ou menos semáforos. Nestas condições podemos circular mais tranquilos e sem o stress e a atenção exigidos quando estamos rodeados de carros. Os sinais de stop e os semáforos são pontos de paragem e arranque, pelo que quantos menos houver pelo caminho, melhor. Para além da segurança ainda a energia necessária para pedalar será menor.

 

Conselhos de segurança para andar de bicicleta junto aos carros

Se não houver outra forma, teremos de partilhar a estrada com os carros, pelo que devemos ter em conta alguns conselhos para a nossa segurança:

  • Respeitar a distância de segurança em relação aos carros à nossa frente: tenha em conta que os travões dos carros são mais potentes do que os de uma bicicleta. Se um carro demora dois segundos a parar, uma bicicleta precisa do dobro ou do triplo.
  • Evitar circular pelo meio dos carros: o que se pode chamar de “fazer uma sandes”. A sensação de segurança é sempre superior quando se circula junto ao passeio, pois sempre que acontecer algum imprevisto é possível parar ou subir para cima do passeio.
  • Não devem faltar umas boas luzes na bicicleta: os ciclistas são poucos visíveis, pelo que uma luz visível e que chame a atenção aos outros condutores é uma mais-valia. Não é de descartar ainda o uso de um colete reflector quando se circula à noite.
  • Escutar música com os auriculares quando se anda de bicicleta também deve ser evitado. Há imensos sons que nos podem escapar se levarmos auriculares colocados. Pessoalmente penso que se deve deixar a música para os passeios pelo parque ou por zonas onde não haja carros a circular.
  • A bicicleta não tem luz de stop dos travões, pelo que se deve utilizar os braços para sinalizar a direcção para onde vamos. Quando um carro vê que estamos a fazer sinal de mudança de direcção irá ter mais atenção para connosco.
  • Nas ruas estreitas andar pelo meio: isto é algo cada vez mais normal e que os carros devem respeitar. Se uma rua for muito estreita e em vez de irmos pelo meio, circularmos pela direita, os carros irão tentar ultrapassar-nos e causar uma situação perigosa para nós. Lembre-se que somos apenas mais um veículo a circular, tal como qualquer outro, pelo que temos também o direito de circular no meio da rua.
  • Tal como os ciclistas gostam de ser respeitados pelos carros, também se deve respeitar os peões e descer da bicicleta quando andamos pelo passeio.
  • Muitos ciclistas não gostam de utilizar capacete, mas este acessório deve ser usado sempre que se vai andar de bicicleta. Anteriormente os capacetes eram pouco estéticos e quase ninguém os usava, mas hoje em dia já podemos encontrar modelos muito interessantes e práticos.

Deixe o seu comentário