Como manipular imagens da Síria

Pois bem, pelo que se vê, é fácil para algumas pessoas fazer isso mesmo: procura-se uma qualquer foto distribuída por uma agência de noticias que mostre uma cena quotidiana numa qualquer cidade síria (se for com um bebé ao colo, ainda melhor), depois com o Photoshop ou qualquer outro programa semelhante, faz-se desaparecer o fundo original e substitui-se pelo cenário de uma paisagem bombardeada. Et voilà, aqui temos uma cena dramática que irá dar a volta ao mundo.

No entanto, esta manipulação grosseira não foi obra de qualquer grupo radical, nem foi distribuída por fóruns ou outros meios digitais pela Internet. Foi feita e publicada, nada mais, nada menos, do que pelo jornal ‘Kronen Zeitung‘, “apenas” o jornal de maior tiragem da Áustria (com 3 milhões de leitores diários), que com ela queria ‘ilustrar’ o desespero dos habitantes de Alepo mergulhados numa guerra que está a destruir o país.

A foto original foi feita e distribuída no passado dia 26 de Julho pela agência European Pressphoto (EPA) e a manipulação foi publicada dois dias depois.

E foi assim que mais uma vez foi desmascarada uma manipulação da dita “imprensa séria”. Que venham agora dizer novamente que é uma questão do jornalismo “sério” versus “os perigos” da Internet e do social media.

Deixe o seu comentário