Christian Faur: retratos de lápis

Christain Faur é um artista desconhecido do grande público, mas cujo trabalho é conhecida mundialmente nos círculos mais conhecedores de arte. Literalmente, cria com os materiais, os quais são a sua maior fonte de inspiração.


Faur não inventa nem investiga, simplesmente usa qualquer componente matérico (normalmente sólidos) e dá uma nova perspectiva respeitando a sua função original fazendo um novo uso dos mesmos.

Christain Faur é natural de Ohio, E.U.A. e tem feito experiências com lápis desde 1995. Assim, os seus retratos são compostos por lápis de cor. Uma das suas séries mais populares, “Retratos de crianças” guarda uma singularidade. Embora os retratos guardem tonalidades em tons de sépia, contêm pequenas pontos de cor os quais compõem uma mensagem que faz sentido se olharmos para o alfabeto de cor inventada pelo próprio artista. E é assim que o trabalho do artista faz sentido como um todo e não separadamente, como ele mesmo diz:

“Acho que a pintura é muito semelhante a resolver um problema matemático complexo, onde cada passo logicamente precisa do passo anterior, para finalmente chegar a uma solução. Idealmente uma inteligente. “

“I think that painting is very much like solving a complicated mathematical problem, where each step logically and necessarily follows from the previous step, finally arriving at a solution.”

Mais informações sobre o artista e o seu trabalho com lápis e outros materiais no seu website.

Fotografias de Borreson Brent e Dulko.

Deixe o seu comentário