A contaminação do ar produz doenças graves

contaminação do arA contaminação do ar produz doenças graves. Segundo uma investigação realizada pela Universidade de Edimburgo na Escócia, as partículas químicas emitidas pelos tubos de escape, podem aumentar o risco de ataque cardíaco.

Os efeitos da contaminação do ar, além de afectar os pulmões, podem também afectar os vasos sanguíneos, o coração e provocar problemas com a circulação sanguínea; é por isso que as pessoas com doenças de coração, devem evitar exposições prolongadas em locais onde a contaminação pelo trânsito é elevada.

Cabe dizer que uma exposição prolongada à contaminação atmosférica, pode dar origem a mudanças físicas no cérebro, problemas de memoria, de aprendizagem e de ansiedade.

Além dos efeitos negativos no cérebro humano, que poderão originar problemas de saúde mental, também podem estar relacionado com diabetes, pressão arterial alta e obesidade, segundo um estudo da Universidade Estatal do Ohio.

Também diversos especialistas do Departamento de Toxicologia do Centro de Investigação e de Estudos Avançados da Cidade do México, descobriram que existem factores como os hábitos alimentares e a carga genética que podem provocar susceptibilidade a várias patologias, mas que podem ser originadas pelo meio ambiente.

Desta forma a contaminação afectaria o sistema imunitário do individuo, tornando-o mais susceptível perante diversas patologias, especialmente cancerígenos.

Deixe o seu comentário